Varie os fios soltos

A atriz Amanda Seyfried está naquela maratona de red carpet por conta do filme Os Miseráveis. E realmente, mais do que os vestidos, o cabelo dela chama muita atenção. Loiro, comprido, com volume na medida, um sonho.

Separamos uma pequena seleção de looks dela com os fios soltos, pois o cabelo dela merece ficar assim e ainda receber nossos aplausos.

1- Escova lisinha com as pontas modeladas

Como fazer: na hora da escovação, quando chegar às pontas, vire a escova para dentro. Na próxima mecha vire para fora, assim fica menos certinho, mais natural. E não se esqueça de um leave-in protetor antes de tudo!

2- Lisinho com um lindo detalhe

Como fazer: passe um leave-in que facilite a escova, você vai ver a diferença. Geralmente, eles deixa os fios mais fáceis de trabalhar e com muito menos frizz depois. faça uma escova e depois passe chapinha nos fios. Separe um pedacinho da frente e prenda na lateral com um grampo, de modo que ele fique embaixo de outra mecha e desapareça.

Foto: Getty Images

3- Liso com pontas texturizadas

Como fazer: primeiro é preciso passar mousse nos fios limpos e úmidos e fazer escova. Aí, rolou um babyliss da altura das bochechas para baixo. Tem que soltar bem as ondas, passar spray e amassar os fios com as mãos para ficar assim.

Foto: Getty Images

4- Ondas glam

Como fazer: uma escova bem caprichada é o primeiro passo. Depois é preciso dividir o cabelo com uma risca lateral antes do babyliss. Enrole as mechas com o aparelho na vertical e deixe-as bem marcadas. Pode soltar um pouquinho com as mãos se quiser – passe um pouco de pomada mate nelas antes. Para este leve topete, coloque spray em um pente fino, levante a mecha e use secador para fixar mais ainda.

Foto: Getty Images

5- Ondas marcadas

Para fazer: o melhor jeito é com um babyliss duplo. Difícil de achar por aqui, mas vale a pena trazer de fora, ou pedir para alguém, ou comprar pela internet. O efeito dele é único. Ele marca bem as ondas de um jeito que não fica parecendo cabelo de boneca. É preciso fazer escova antes se os fios forem enrolados.

Foto: Getty Images

Fonte: Site M de Mulher

Cabelos loiros

Quer pintar o cabelo de loiro mas está com dúvidas? Confira algumas dicas de tudo o que você precisa saber antes de ser loira, e que os cabeleireiros não contam!

Foto: Getty Images

Esse esforço todo gera alguns momentos de glória, porque ser loira é tudo mesmo, mas se chover na saída da balada, esqueça! Amanhã quando acordar vai estar parecendo uma demônia.

Isso tudo é só a introdução, tem muito mais que ninguém te contou e te aviso agora!

Cabelo elástico: Nunca imaginei que existia isso, mas quando você descolore o cabelo, ele fica muito fraco, desnutrido, condenado (todos esses termos são ditos friamente por profissionais malvados), então ele fica elástico. Elástico mesmo, quando molha ele parece um chicletinho bem fininho. E se passar o pente nessa hora, ele quebra no meio e adeus. Dizem que algumas pessoas não têm esse problema, porque o fio é mais grosso, deram sorte, o cabeleireiro era um gênio top, mas se você descolorir inteiro, provavelmente vai saber do que estou falando…

Aminoácidos, proteínas: além de ouvirmos essas palavras por nutricionistas e professores de academia, quando seu cabelo tá bem “fudido”, seco e elástico, as pessoas de salão e entendidos do assunto te dizem que faltam esses componentes, além de queratina e outras palavras difíceis (se prepare para ouvir muito sobre selar, cutícula, escamas). Vão te mandar passar cremes e fazer tratamentos que “nutrem” o fio, você vai ficar confusa, mas vai fazer tudo o que mandam. E sempre vão te dizer que não adianta o que fizer, vai melhorar, mas só crescendo de novo.

Foto: Getty Images

Reagiu, já era: Existe também a reação química quando você descolore tudo, que é tipo tacarem foco no seu cabelo e saírem correndo, e pode ser em grande parte ou uma só. Você só vai saber se rolou quando chegar em um salão chorando, porque parece uma vassoura de ponta cabeça atrás da porta, e uma fofa falar bem alto “nossa, mas aqui deu reação, hein!”. E vão te mandar tratar com proteínas, aminoácidos, queratina, selagem, cutícula, escama sei lá o que, além de te dizer que vai melhorar bem, mas bom mesmo só fica quando crescer de novo. Só que no caso da reação, vão te explicar que seu cabelo vai quebrar de qualquer forma naquela parte, então só o que você pode fazer é esperar pelo pior. Valeu, vida!

Loiro e laranja é quase a mesma coisa: Quando sair do salão com a cor que finalmente deseja (e talvez isso demore, porque você vai ficar muitas sessões pedindo mais claro, menos mechado, mais mechado, mais sei lá o que), ainda vão te dizer que seu cabelo vai ficar laranja e que você tem que usar shampoos violeta pra “puxar para o prata”. E é verdade, cinco minutos depois você vai se olhar no espelho e seu cabelo será laranja. E aí vai virar uma maníaca de shampoos prateados violeta, e vai ouvir de todos os profissionais e entendidos que eles ressecam o cabelo, e que a única opção é hidratar muito, com aminoácidos, proteínas, e o resto você já ta cansada de ler aqui…

Ponta podre eterna: E aí você fez tudo certo, alimentou o cabelo com aminoácidos e proteínas, foi ao salão mil vezes por semana, usou shampoo prata violeta, hidratou de novo, rezou, etc. Mas sua ponta vai ficar bagaceira de tempos em tempos. Cheia de pontas duplas e ramificações, fraca, espigada e os profissionais vão te dizer que precisa cortar, isso quando não dizem que precisa cortar muito. E ainda vão dizer que você deveria hidratar (mesmo se você hidratar todos os dias, vão dizer isso) e que a única coisa que vai deixar seu cabelo bom de verdade é… adivinha… deixar ele crescer de novo…. Mas que ele só vai crescer se… ADIVINHA… você cortar muito. Gente, fala sério!

Foto: Getty Images

Fica sarará: E fora todos os problemas que você enfrenta nessa cabeça bonita, se estragou muito o cabelo, ele vai ficar meio enrolado, frisado, estranho, não num ondulado bom, não é cacheado também, é digamos, um tipo de cabelo errado e ponto, que não fica bom com nada, meio poroso, espigado, desnutrido, etc etc. E só fica bonito com escova. Mas aí vão te dizer que escova resseca e quebra, então dizem que você tem que hidratar, alimentar, ai meu Deuuuuus, não aguento mais ouvir isso moço, pára!!!

Mas mesmo assim vale, a pena e a gente não quer ficar morena nunca mais. Vai entender né…

Fonte: Site Revista Gloss

Meio preso, meio solto

O final de semana está aí, e é uma ótima oportunidade para testar um penteado novo. Que tal esse que além de lindo é fácil de fazer? O cabelo meio preso é uma opção para as mulheres que gostam da sensação de cabelos soltos e longos, mas querem fazer um penteado que tenha charme e demonstre preocupação com o visual.

Para fazer:

1.  Escolha um produto texturizador para a raiz de sua preferência e o aplique antes da escova – ele ajuda a manter a textura escolhida;

2.  Para conseguir mais volume na raiz, depois da escova enrole os cabelos com alguns rolos – eles servem para deixar o cabelo modelado;

3.  Faça o babyliss de diâmetro mais largo em todo o cabelo – depois desfaça os cachos com o auxílio de uma escova de penteado ou com os dedos;

4.  Faça um volume no alto da cabeça com a ajuda de um spray fixador de força média;

5.  Torça levemente mechas das laterais do cabelo e prenda com grampos;

6.  Use o spray fixador em todo o penteado, para garantir que os fios fiquem no lugar por mais tempo e, se necessário, utilize um spray de brilho nas pontas!

Lindo, né?

Fonte: Site Marcos Proença

Categorias

Twitter Dispa

%d blogueiros gostam disto: